ES HOJE

 
Vitória, ES.
Atletismo
Oferecimento:

Capixaba quer chegar ao ponto mais alto da Terra em Janeiro

Foto: Divulgação
Divulgação
João Vitor Novaes
O triatleta capixaba, João Vitor Novaes, quer ser o primeiro do Espírito Santo a chegar ao cume do Aconcágua, na Cordilheira dos Andes o ponto mais alto que qualquer pessoa pode chegar do planeta nesta época do ano. O projeto dele é ir ainda este mês, uma vez que janeiro é inverno nos Himalaias.
Joao Vitor pretende subir 6.962 metros acima do nível do mar. "A inspiração veio principalmente da atleta Fernanda Maciel, que ano passado estabeleceu o recorde feminino mundial correndo da portaria do parque ao cume e voltando. Eu, com apenas dois anos de experiência em montanhas, já me sinto cada vez mais impulsionado a me desafiar. Quero conquistar o cume, descer e, se tudo der certo, tentar a subida e descida também correndo desde o acampamento base", explica o atleta.
Normalmente as expedições ao Aconcágua levam 15 dias até chegar ao cume, porque as pessoas vão em ritmo mais lento e sempre subindo um pouco e voltando - processo que se chama aclimatação e tenta minimizar os efeitos da altitude, como dores de cabeça, enjoo e dificuldade para respirar. O plano do atleta e de seu parceiro, o também capixaba, Marcelo Barros, é chegar ao em menos de 7 dias, percorrendo 60km e uma diferença dos 2.000m de altitude até o cume.
Conquistado o cume, o atleta vai para o desafio de recorde largando do acampamento base a 4.200m onde ele correrá a "parede norte" de quase 10km de distância e subindo quase 3.000m até chegar ao cume e depois voltar tudo também correndo. João Vitor já é um conhecido de cordilheiras pelo mundo, nos Andes já esteve em pontos do Chile, Argentina e Peru. Em 2016 explorou também os Julian Alpes na Eslovênia, a Velebit na Croácia e os Alpes Japoneses, fazendo também desafio de recorde no Monte Fuji.
Para ele, a montanha é diferente de tudo aqui embaixo. "Conquistar o cume de uma montanha é uma jornada de autoconhecimento, você está nesse ambiente quase intocado, de puro silêncio e se encontra totalmente vulnerável à natureza. Quando você desce se dá conta do quanto somos insignificantes perante ao nosso planeta e quanto somos grandiosos por sermos nós, os responsáveis pelo bem-estar dele".
O atleta inicia sua jornada no dia 14 de janeiro e estará sendo rastreado via satélite todo o tempo. A busca pelo recorde será compartilhada pelas redes sociais do capixaba.

Comentários

O ESHOJE não publicará comentários ofensivos, obscenos, racistas, que estimulem a violência, sejam contra a lei ou não correspondam ao assunto da reportagem. Consulte nossa Política de Privacidade.

0 comentários publicados


Mais lidas
Facebook


ESHOJE © 2012, Todos os direitos reservados Anuncie   •   Fale Conosco