ES HOJE

 
Vitória, ES.
Segurança
Oferecimento:

Delegacia do Idoso promove ação integrada no Dia Internacional da terceira idade

Uma ação integrada para orientar os idosos sobre direitos e cidadania será promovida pela Delegacia de Atendimento e Proteção às Pessoas Idosas (DAPPI) da Polícia Civil nesta terça-feira (1º), data em que se comemora o Dia Internacional do Idoso. O evento irá reunir representantes das secretarias de Saúde, Ação Social e Vigilância Sanitária de diversos municípios. A intenção é integrar, em um mesmo espaço, representantes de diversos órgãos responsáveis pela proteção à vida e à saúde do idoso. A ação será realizada das 13h30 às 17 horas, no auditório da Chefatura de Polícia Civil, em Santa Luiza, em Vitória.

De acordo com o delegado titular da DAPPI, Leandro Piquet, esta será uma boa oportunidade para efetivar ainda mais as normas previstas no Estatuto do Idoso, que completa 10 anos, e uma forma de criar uma conscientização coletiva sobre o assunto.

?Todos somos responsáveis pelo cuidado e saúde do idoso. No nosso cotidiano, percebemos que a maior carência do idoso não é a resolução de um problema específico. Muitos procuram a delegacia para resolver problemas habitacionais, relacionados à herança, que seriam resolvidos no âmbito jurídico ou para tirar dúvidas a respeito de abrigos e assistência social. Esta será uma forma de orientar, levar informação a essas pessoas de uma forma integrada para que o idoso saiba a quem recorrer em um momento de dificuldade. Nada melhor do que uma ação como essa na data em que se comemora o Dia Internacional do Idoso?, explica o delegado.

Informações sobre assistência social, saúde, orientação jurídica e atendimento policial serão oferecidos durante o encontro. O delegado Leandro Piquet também ressalta que somente na Grande Vitória, 458 ocorrências foram confeccionadas pela unidade no período de janeiro a setembro deste ano, quando 43 medidas protetivas foram expedidas.

?Oferecemos um atendimento personalizado, especialmente, a idosos que vivem em situação de vulnerabilidade. Fornecemos a orientação necessária e aplicamos as penalidades contra quem não cumpre o previsto no Estatuto do Idoso. Cuidar da proteção e do bem estar do idoso é também uma responsabilidade de toda a sociedade?, conclui o delegado.

Importância de denunciar crimes contra idosos

Investigar denúncias de crimes praticados contra pessoas idosas é outra preocupação da DAPPI. De acordo com Leandro Piquet, crimes de abandono, agressão e subtração de cartão de aposentadoria são as reclamações mais comuns registradas pela unidade. Mas investigar a conduta de estabelecimentos que se intitulam como casas de abrigos ou asilos é outra meta a ser cumprida pela delegacia.

?São estabelecimentos que cobram dinheiro para oferecer serviço de acolhida e assistência médica, mas que funcionam de forma irregular e não prestam o atendimento proposto. Quem tiver informação sobre esses locais pode colaborar com o nosso trabalho por meio de denúncias. Basta ligar para o Disque-Denúncia, pelo telefone 181. A Delegacia de Atendimento e Proteção às Pessoas Idosas também está à disposição pelo telefone 3227-9545?, pede o delegado.

Qualquer crime em andamento cometido contra idosos também deve ser informado ao Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), pelo telefone 190.

Comentários

O ESHOJE não publicará comentários ofensivos, obscenos, racistas, que estimulem a violência, sejam contra a lei ou não correspondam ao assunto da reportagem. Consulte nossa Política de Privacidade.

1 comentários publicados




ESHOJE © 2012, Todos os direitos reservados Anuncie   •   Fale Conosco